Dia 25/11 começam os pagamentos da 2ª parcela do 13º de beneficiários do INSS 0 206

pagamento decimo terceiro inss 2019 comeca proxima segunda

A partir do próximo dia 25 de novembro, aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), devem receber a segunda parcela do 13º salário. O “bônus” será pago a partir da próxima segunda-feira, com os valores do benefício mensal.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Porém diferente da primeira parcela em que não há retenção do IR, nesta segunda, os valores sofrem uma “queda” pois há a incidência de Imposto de Renda. Mas esse desconto só acontece para aqueles que ultrapassam a cota máxima do imposto.

Os primeiros a receberem os valores do décimo terceiro do INSS são aqueles que ganham até um salário mínimo (R$ 998) e que o número do benefício tem final 1. No dia 26 de novembro será pago os benefícios com número final 2 e assim sucessivamente.

INSS vai ter prova de vida pelo celular com biometria e identificação facial.

Agora para beneficiários que ganham acima do mínimo nacional, os pagamentos serão iniciados a partir do próximo dia 02 de dezembro para quem tiver o número final do benefício 1 ou 6. No dia 03 serão pagos aqueles que tenham número final de 2 e 7 e assim por diante.

Pagamento do décimo terceiro proporcional

Quem começou a receber o benefício do INSS após o início do ano, terá o 13º proporcional aos meses em que está encostado. Lembrando que quem iniciou no INSS antes de julho, ainda terá o desconto da primeira parcela do décimo que já foi paga entre agosto e setembro.

13º do INSS pelo Brasil

Cerca de 30 milhões de beneficiários do INSS receberam a primeira parcela do décimo e terão direito a segunda. Em valores, esse total chegou a R$ 22 bilhões.

Quem tem direito ao décimo terceiro do INSS?

Terão direito a receber o décimo, quem durante 2019 recebeu pensão por morte, aposentadoria, auxílio doença, auxílio acidente, salário maternidade ou auxílio reclusão. No caso de auxílios, o valor é proporcional ao período em que ficou encostado.

Pagamentos do Bolsa Família de novembro começa hoje.

Quem é beneficiário da Prestação Continuada da Lei Orgânica (BPC/Loas) ou da Renda Mensal Vitalícia (RMV), não tem direito ao 13º.

Calendário de pagamento do décimo terceiro deste ano

Beneficiários que recebem até 1 salário mínimo devem receber o décimo conforme as seguintes datas:

  • Número de benefício com final 1 – 25/11;
  • Número de benefício com final 2 – 26/11;
  • Número de benefício com final 3 – 27/11;
  • Número de benefício com final 4 – 28/11;
  • Número de benefício com final 5 – 29/11;
  • Número de benefício com final 6 – 02/12;
  • Número de benefício com final 7 – 03/12;
  • Número de benefício com final 8 – 04/12;
  • Número de benefício com final 9 – 05/12;
  • Número de benefício com final 0 – 06/12.

Já aqueles que recebem acima de um salário mínimo, devem receber o 13º nas seguintes datas:

  • Número de benefício com finais 1 e 6 – 02/12;
  • Número de benefício com finais 2 e 7 – 03/12;
  • Número de benefício com finais 3 e 8 – 04/12;
  • Número de benefício com finais 4 e 9 – 05/12;
  • Número de benefício com finais 5 e 0 – 06/12.
Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

859 produtos da China devem ter tarifas reduzidas a partir de janeiro de 2020 0 117

china reduz tarifas de importacao

Em busca de aumentar as importações e exportações por conta da desaceleração da economia e também pela guerra comercial instaurada nos últimos meses com os Estados Unidos, a China deve em 2020 reduzir as tarifas de diversos produtos, inclusive a carne suína congelada e semicondutores.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

No total devem sofrer alterações nas tarifas, cerca de 859 produtos. A informação de que estas tarifas de importação temporária irá cair, veio do próprio Ministério das Finanças, nesta segunda-feira (23/12).

Esses quase 900 produtos representaram cerca de US$ 389 bilhões das importações em 2018, cerca de 18% do total do acumulado anual. Essa mudança representa uma esperança da retomada econômica no próximo ano. Tudo está sendo feito com muita estratégia, indo na “contra mão” do que aconteceu em 2019, quando houve o aumento na taxação de produtos.

Tarifas do Aço impostas por EUA podem aproximar ainda mais Brasil da China.

Crise interna

O país enfrenta uma escassez doméstica com relação à importações. E a diminuição destas taxas deve promover o aumento nas importações de produtos. A falta de importações, acaba refletindo nas exportações, pois os países que fazem negociações com a China, esperam que haja ao menos uma troca significativa no comércio internacional.

Entre os principais produtos que a China deseja importar mais estão carnes variadas, já que a produção de suínos deve ser o seu carro chefe em 2020. Há uma série de medidas para que a produção seja elevada, onde o objetivo é atender a demanda local com ela e importar outras variedade.

Somente neste mês de novembro foram importadas cerca de 230 toneladas de carne de porco, um número 150% maior do que no mesmo período de 2018. Até o momento já foram importadas mais de 1,8 milhão de toneladas, quase 60% a mais do que em 2018.

Entre os principais países produtores de suínos, está o Brasil.

Tarifas do aço

Temporariamente o governo chinês pretende reduzir as tarifas de importação sobre o ferronióbio, que é usado como um aditivo na produção de aço de baixa liga e também de aço inoxidável de alta resistência. A tarifa deve cair de 1% para 0 (zero) em 2020.

Além de melhorar a economia, essa redução visa o desenvolvimento de alta tecnologia no país.

A guerra com os Estados Unidos também entrou em uma fase onde haverá algumas reduções por parte dos americanos. Mas para desfrutar deste benefício os chineses deverão comprar mais produtos agrícolas dos EUA e outros produtos ligados ao setor.

Donald Trump já se manifestou, dizendo que o acordo está muito próximo de ser fechado.

Último dia para receber o 13º é nesta sexta-feira 20/12 0 104

Último dia para receber o 13º é nesta sexta-feira 20/12 2

Todos os trabalhadores sejam eles efetivos, temporários, rurais, domésticos, aposentados e servidores públicos contam com o direito ao 13º salário no Brasil. Este dinheiro é garantido pela Constituição do país e neste ano deverá ser pago totalmente até esta sexta-feira, dia 20 de dezembro de 2019.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Mas esta data é apenas para os trabalhadores que já receberam uma primeira parcela do pagamento. O empregador que quis pagar os valores em uma única parcela, tiveram até o dia 30 de novembro para fazer o pagamento.

Quem deve receber os valores até amanhã, já recebeu 50% do salário e nesta segunda parcela do 13º, deverá receber os outros 50% do direito, mas com os descontos do INSS e Imposto de Renda.

Atividades do Tesouro Municipal no Rio é Bloqueada e servidores ficam sem 13º.

Se o pagamento não for feito até o fim da tarde desta sexta, o trabalhador deverá reivindicar os seus direitos. O pagamento a partir desta data terá correção monetária, mas é preciso reclamar sobre os pagamentos o mais rápido possível. Peça esclarecimentos no setor de Recursos Humanos.

Outras ações para solicitar o pagamento do 13º

Caso não tenha resposta ou a mesma for negativa, é necessário entrar em contato com o sindicato de sua categoria. Eles provavelmente deverão acionar a Justiça com uma causa coletiva.

Outra opção é realizar uma denúncia ao Ministério Público do Trabalho (MPT). Caso seja feita uma fiscalização e os pagamentos não tiverem sido feitos até esta sexta, a empresa será multada em R$ 170,25 por empregado e se ela é reincidente neste caso, o valor vai para R$ 340,50.

Quando há denúncias a fiscalização acontece bem mais rápido. Elas podem ser feitas de forma anônima.

Outra solução, mas que pode demorar um pouco mais é com uma ação na Justiça para receber seus direitos. Este é um recurso sempre disponível, mas é preciso que realmente tenha algo errado acontecendo para que o trabalhador não tenha que arcar com custos de um processo mal sucedido.

Most Popular Topics

Editor Picks