Congresso aprova crédito suplementar para bancar programas sociais

O Congresso Nacional do Brasil aprovou nesta terça-feira um crédito suplementar no valor de R $ 248,9 bilhões (US $ 64,62 bilhões) para garantir que o governo possa fazer pagamentos por programas sociais e cobrir outras despesas.

Leia também:

Crédito suplementar para programas sociais

O projeto de lei foi aprovado por unanimidade pela Câmara dos Deputados e pelo Senado em uma sessão conjunta depois de ter sido endossado pelo comitê de orçamento federal na terça-feira. Ainda precisa ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro.

O projeto é uma prioridade para o governo de Bolsonaro, atualmente lutando para consertar o que a maioria dos economistas chama de déficit público insustentável. A legislação é vista como uma forma de contornar a “regra de ouro”, um regulamento fiscal que impede o governo de contrair empréstimos para cobrir despesas recorrentes.

O projeto de lei

“É o maior crédito já aprovado pelo Congresso Nacional”, disse o presidente do Senado, David Alcolumbre, antes de anunciar o resultado, dizendo que a decisão mostra “maturidade política” pelas partes.

Com isso, espera-se dar vazão para algumas ideias em andamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *