Operação “Tapa Tudo” terá mais equipes trabalhando 0 237

operacao tapa tudo

Mais duas equipes deverão se incorporar, esta semana, a Operação Tapa Tudo, desenvolvida pela Prefeitura de João Pessoa, em parceria com o Governo do Estado. A força-tarefa tem o objetivo de recuperar as vias públicas da capital que foram danificadas pelas chuvas. A obra está sendo executada pela Secretaria Municipal de Infra-Estrutura – Seinfra, pela Empresa de Limpeza Urbana – Emlur, pela Cagepa e pelo Departamento Estadual de Rodagem – DER.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A operação já recuperou várias ruas da cidade. O trabalho não tem prazo definido para terminar, mas a previsão é de que o sistema viário da capital esteja recuperado dentro de dois meses. “Será constante, até que todas as vias públicas sejam totalmente recuperadas”, reiterou o secretário municipal de Infra-Estrutura, Evandro Almeida. Sobre a ampliação das equipes, ele explicou que a necessidade de ampliação é em decorrência da demanda dos serviços.

As chuvas desta terça-feira, 13, obrigaram a suspensão da obra. Entretanto, o cronograma não sofrerá alterações, conforme expectativa da própria Seinfra. A Prefeitura vem trabalhando em 13 vias públicas diariamente, de acordo com uma programação elaborada pela Seinfra.

Atualmente, cerca de 300 trabalhadores estão participando da Operação Tapa Tudo, mas esse número será ampliado com o aumento das equipes, que poderá chegar a 30 caso haja necessidade, segundo explicou o secretário Evandro Almeida. “Não podemos prescindir dessa mão-de-obra, até porque a previsão para conclusão do trabalho é de 60 dias”, argumentou o secretário Evandro Almeida.

As informações são da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de João Pessoa.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“La Casa de Papel” Brasileira, bandidos conseguem levar 720kg de ouro de Cumbica 0 113

la casa de papel brasileira ouro roubado de cumbica

Na tarde desta quinta-feira (25/07) um grande roubo digno das telas de cinema, aconteceu no aeroporto de Guarulhos (Cumbica), onde oito criminosos que ainda não foram identificados ou capturados, conseguiram roubar 720 quilos de ouro, o que em valores segundo a Polícia Federal, chega em 110 milhões de reais.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Maiores informações foram divulgadas na noite desta quinta-feira. A PF informou que os assaltantes chegaram no aeroporto em duas viaturas clonadas da Polícia Federal, onde um dos funcionários do terminal havia sido refém e “abria caminho” para o roubo.

As câmeras de segurança registraram as ações dos criminoso, que obrigaram inclusive que funcionários utilizassem a empilhadeira do aeroporto para colocar a carga de ouro na caçamba de uma caminhonete usada na fuga.

Ouro para exportação

Os 718,9 kg de ouro (para ser mais preciso) seriam exportados para Nova York e também para Toronto. A informação veio da empresa GRU Airport, que é a responsável por administrar o aeroporto de Cumbica.

O ouro estava distribuído em 31 malotes, dos quais 24 malotes com cerca de 565,50kg iriam de avião para Nova York nos Estados Unidos e os outros 7 malotes com cerca de 153,5kg iriam para Toronto no Canadá.

Investigações

As investigações começaram ontem mesmo quando a PF vasculhou o armazém de exportação do terminal de cargas, enquanto o helicóptero Pelicano, vistoriava as comunidades e rodovias próximas ao aeroporto.

Pouco tempo após a fuga, duas viaturas clonadas foram abandonadas no Jardim Pantanal, Zona Leste de São Paulo. Após essa primeira etapa, os ladrões seguiram viagem em uma caminhonete S-10 e fizeram o transporte do ouro através de uma ambulância para não levantar suspeitas. A PF colheu impressões digitais no local e definiram padrões sobre os rastros.

Na noite anterior ao assalto, os criminosos mantiveram refém o encarregado de despacho e toda a sua família, obtendo informações privilegiadas sobre todo o processo de embarque. Logo após a ação, todos foram liberados sem qualquer ferimento.

Os carro usados no crime não contavam com notificação de furto, porém a PF não divulgou o nome dos seus proprietários.

Depoimentos

Na madrugada e manhã desta sexta-feira (26/07), nove pessoas já prestaram depoimento à PF no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Zona Norte de São Paulo. O funcionário do setor de despacho, duas mulheres que foram feitas reféns, o casal dono do galpão onde os veículos foram abandonados, dois funcionários da Brinks (empresa de transporte de valores) e outros dois funcionários do aeroporto.

Ataque aos terminais de carga em São Paulo

Este já é o terceiro roubo nos terminais de carga dos aeroportos de São Paulo. Em 2015 milhões em tablets e celulares foram roubados no mesmo terminal de Cumbica. Já em 2018, houve um roubo de US$ 5 milhões em espécie do terminal de cargas em Viracopos, Campinas.

Guatemala recusa receber Donald Trump e muito menos assinar tratado imigratório 0 124

trump e presidente guatemala encontro cancelado

A reunião que estava prevista para acontecer nesta segunda-feira (15/07), entre os presidentes da Guatemala, Jimmy Morales, e dos Estados Unidos, Donald Trump, não irá mais ocorrer por conta de que o governo guatemalteco, não está dispostos a uma possível negociação sobre a entrada de imigrantes no país.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Neste encontro estava previsto que a Guatemala, localizada na América Central, sendo uma das principais “paradas” para imigrantes que desejam avançar para os Estados Unidos, assinasse um acordo que traria benefícios para ambos os países. Porém após a recusa de Jimmy Morales, ficou claro que não há nenhuma intenção de avançar em um pacto desta natureza.

A reunião estava prevista para acontecer na cidade de Washington. Ela não aconteceu pois diversas ações foram apresentadas à Corte de Constitucionalidade (CC) do país, onde todas se diziam contra a Guatemala se transformar em um “país seguro” para imigrantes, dificultando a chegada dos mesmos aos Estados Unidos, pois todos os pedidos de asilo seriam processados pela Guatemala antes de seguir viagem para o país de Trump.

México, Guatemala, Honduras e El Salvador estão na rota principal dos imigrantes para chegar aos Estados Unidos.

O que disse o comunicado de cancelamento

O governo guatemalteco informou que devido às especulações todas as ações legais interpostas e admitidas no trâmite da Corte de Constitucionalidade (CC) do país, houve a necessidade de reprogramar o encontro bilateral com Donald Trump, até que todos os detalhes sobre a decisão da corte sejam esclarecidos.

Na noite desde domingo (14/07) a Corte publicou um amparo provisório, evitando que a Guatemala se constitua como um “terceiro país seguro” na América Central. Houveram muitas críticas, principalmente da oposição do presidente Morales, o que levou a necessidade do acordo passar primeiramente pelo Congresso, para se for aprovada pelo parlamentares, continuar com o processo.

Ano de eleições na Guatemala

O país está a menos de um mês das eleições que escolherá um novo presidente para o país. A reunião e o tratado não seguiu em frente, justamente por ser algo muito em cima de uma nova eleição.

As eleições devem acontecer no próximo dia 11 de agosto, onde estão em vantagem os candidatos Alejandro Giammattei (Direita) e a Social Democrata, Sandra Torres.

Most Popular Topics

Editor Picks