Acusado de fraude fiscal pelo governo espanhol durante sua estadia no país, enquanto ainda jogava pela Real Madrid, Cristiano Ronaldo finalmente admitiu que existiu uma fraude fiscal em seu orçamento.

O julgamento aconteceu nesta terça feira em Madrid e admitindo o erro de ter sonegado impostos da época, precisará pagar uma multa de aproximadamente 18,8 milhões de euros (estimativa de aproximadamente R$ 80,2 milhões).

Com essa multa, o atual atacante do Juventus conseguiu se livrar do castigo maior, que poderia ser concedido. Cristiano Ronaldo poderia ser condenado em até 23 meses de prisão.

A não condenação não ocorreu por conta de uma lei na Justiça da Espanha que prevê uma sentença de cárcere inferior a dois anos, isso se a pessoa em questão não tiver antecedentes criminais.

Cristiano Ronaldo não é o primeiro jogador de futebol a precisar enfrentar problemas na justiça espanhola por fraudes fiscais. Jogadores como Xabi Alonso (ex Real Madrid) e Lionel Messi (Barcelona) também passaram pela mesma situação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here