TOP 5 melhores filmes dos anos 90 0 315

TOP 5 melhores filmes dos anos 90 1

Existem algumas alternativas bem interessantes para quem quer ganhar dinheiro com um projeto na internet. Uma delas é criar um canal no Youtube, pois assim é possível trazer informações relevantes acerca de um tema que você domine e aprecie.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Tá ok, talvez você seja tímido (ou tímida) demais para mostrar a cara para o mundo. Felizmente isso está longe de ser um empecilho para o seu projeto, afinal, um blog pode dar conta do recado.

O formato ainda tem potencial, pois além de conquistar público por meio de um texto cativante, ele também é bastante versátil, pois permite também a postagens de vídeos, áudio e imagem.

É óbvio que para tornar o seu blog um projeto profissional, é fundamental que você faça o registro de domínio e contrate uma boa hospedagem de site.

Esse dois recursos são essenciais para qualquer projeto web, seja ele um blog, um site, uma loja virtual ou um grande portal de noticiais. Sem uma hospedagem de sites não tem como ter um canal oficial e profissional.

TOP 5 melhores filmes dos anos 90 2

Nostalgia – Sempre é hora de lembrar dos clássicos

Você criou o seu blog, utilizou a melhor plataforma e contratou o plano de hospedagem mais adequado. Só há um problema: não sabe que assunto comentar.

Cultura pop, especialmente cinema, geralmente rende boas postagens e atrai vários leitores. E se você acrescentar o ingrediente da nostalgia nessa receita, a possibilidade de sucesso é ainda maior.

Por isso, para você que tem, ou pretende ter um blog sobre o tema, organizamos alguns dos maiores filmes que marcaram os anos 90.

Por isso, prepare a pipoca, imagine aquela trilha sonora de abertura da sessão da tarde e relembre 5 filmes que podem ser pautas em seu blog:

1 – Exterminador do Futuro 2

O primeiro longa-metragem da franquia (lá de 1984) era uma história redondinha, com final fechado. Porém, uma sequência era desnecessária e felizmente o diretor James Cameron pensava diferente e nos deu um dos filmes mais divertidos dos anos 90.

Com direito a trilha sonora do Guns and Roses, foi interessante ver Schwarzenegger interpretar novamente um robô, só que dessa vez a serviço dos humanos.

Além disso, com um vilão poderoso, cenas de ação espetaculares e efeitos especiais que não envelheceram nada, o filme continua diversão garantida.

2 – Jurassic Park

Quando em 1993, Steven Spielberg resolveu adaptar o livro Jurassic Park, do escritor Michael Crichton, foi estabelecida naquele ano a “dinossauromania”.

De repente, os répteis gigantes se tornaram a onda do momento, o que ajudou ainda mais na divulgação do longa-metragem.

Por isso, fazer uma postagem trazendo curiosidades e fazer comparações com os recentes filmes da franquia é uma ideia bem interessante.

3 – Pulp Fiction

A década de 90 foi fértil quando o assunto é cinema policial e de ação. Era época em que nomes como Van Damme e Steven Seagal estavam no ápice.

Pois foi nesse período, em 1994, que surgiu aquele famoso meme em que o John Travolta aparece perdido, olhando para os lados. A culpa toda é de uma cena do longa-metragem Pulp Fiction, dirigido e roteirizado por um até então quase anônimo Quentin Tarantino.

Com um roteiro não linear, trilha sonora esperta, diálogos incomuns e violência caricata, o filme não apenas reinventou o ator John Travolta, como rendeu cenas que se tornaram icônicas.

No entanto, é interessante abordar em uma postagem do seu blog as referências e as camadas que esse filme carrega.

Além disso, Pulp Fiction fez escola e por algum tempo vários diretores (nem sempre com habilidade) tentavam emular o “estilo Tarantinesco”.

4 – Forrest Gump

Uma história ora dramática, ora carregada de tons bens humorados, bem como é a vida. Foi assim (e graças também a um roteiro bem feito) que a história de um sujeito simplório ganhou o Oscar de melhor filme em 1994.

Forrest Gump, dirigido por Robert Zemeckis, também rendeu imagens icônicas, afinal, a figura abobalhada de um Tom Hanks com cabelo curto e olhar perdido se tornou parte da cultura pop.

Imagine uma postagem que faz uma revisão dos eventos históricos mencionados no filme. Pois é, está aí mais uma ideia de conteúdo de um dos filmes dos anos 90.

5 – Matrix

O ano era 1999 e o mundo estava às portas do século XXI, ainda assimilando isso que hoje conhecemos como internet.

De repente apareceram dois irmãos cineastas trazendo a clássica jornada do herói, porém com um verniz cibernético e tecnológico, misturando ficção científica e um pouquinho de filosofia de boteco. Pois então, foi assim que Matrix pegou todo mundo de surpresa.

Por mesclar conceitos de inteligência artificial e realidades paralelas, tudo isso embalado em uma história protagonizada por um cara que adquire força além do normal, Matrix abriu a porteira para a Marvel e DC dominarem o terreno para os super-heróis no cinema.

Conclusão

Os anos 90 renderam vários filmes inesquecíveis e é óbvio que há mais espaço para outras. Clássicos absolutos como Titanic (1997) e o polêmico Clube da Luta (1999) também rendem postagens interessantíssimas.

Portanto, mesmo que hoje a gente viva no mundo da Netflix, você vai encontrar entre os seus leitores aqueles que talvez ainda lembrem quando os filmes aqui citados eram lançamentos nas vídeo-locadoras. Aliás, locadoras hoje que estão tão extintas quanto os dinossauros do Steven Spielberg.

Previous ArticleNext Article
Direto do Repórter Social, amantes de internet, redação e publicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Qual é a distância ideal entre a telas e olhos 0 349

Qual é a distância ideal entre a telas e olhos 7

Existem inúmeros boatos por aí sobre saúde. Quando se trata de saúde ocular, então, surgem ainda mais. Afinal, quem nunca ouviu a famosa frase que diz que “comer formiga faz bem para vista”? Além disso, com o advento da tecnologia, muitos outros mitos relacionados à visão foram surgindo. 

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

As tecnologias têm sim afetado nossa vida cotidiana e nossa saúde, isso é um fato. Mas elas podem ser mais positivas do que negativas para o nosso corpo, se utilizadas da forma correta, de acordo com orientações de especialistas. Você não precisa abrir mão das telas, basta saber como elas devem ser posicionadas e manuseadas.

Televisão

Diferentemente do que ouvimos por aí, sentar muito perto de uma televisão não afeta a visão, mas pode causar desconfortos leves ou profundos. 

Por isso, não faz sentido para quem tem uma sala muito pequena, por exemplo, comprar uma televisão muito grande, ela ficará desproporcional e nada confortável para os telespectadores. Uma TV de 40 polegadas por ser muito melhor para sua sala ou quarto do que uma de 60. É preciso analisar bem a situação.

Existe uma distância ideal para se assistir TV e ela varia de acordo com o tamanho do aparelho. Confira as recomendações para cada tamanho de televisão (em metros):

TV 32” – 1,8m

TV 42” – 2,4m

TV 50” – 2,8m

TV 60” – 3,4m

TV 71” – 3,8m 

Tablet e celular

Muito se diz por aí que utilizar por horas alguns dispositivos tecnológicos como notebook, tablet e celular prejudica a visão. Não é verdade: quem não tem problemas de visão, não irá prejudicá-la se ficar em frente à tela. Apenas pessoas que já possuem algum problema na vista como miopia, hipermetropia e astigmatismo não corrigida podem apresentar sintomas como embaçamento e dor ocular ou dor de cabeça aos esforços visuais. 

Mas é preciso ficar atento. Com o aumento da popularidade das plataformas de streaming de vídeo, está se tornando cada vez mais comum passar longas horas assistindo pelas telas de tablets e celulares. Para evitar desconfortos o usuário deve procurar manter uma distância de 35 a 40 cm.

Cor dos olhos

Por fim, mais um esclarecimento: pessoas com olhos claros e escuros devem ter basicamente os mesmos cuidados.  Os olhos claros têm sim mais sensibilidade à luz. Porém, isso não é uma doença. Independentemente da cor, é importante proteger os olhos do alto índice de raios ultravioleta (UV) com óculos escuros de qualidade e certificados, fujam de produtos falsificados pois estes sim podem prejudicar e muito a sua visão.

Infância

O cenário é um pouco diferente quando falamos de crianças, pois o corpo delas está em formação. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o aumento dos casos de miopia já alcançou o patamar de epidemia em alguns países. Esse crescimento gera muitas dúvidas, mas sabemos que está relacionada ao fato de as crianças passarem menos tempo em ambientes abertos. Isso deve ser dosado pelos adultos durante a criação.

Nesse sentido, no caso das crianças, é importante tomar alguns cuidados extras com as telas, mas isso tem muito mais relação com o estilo de vida e as regras impostas para elas do que com as telas em si. 

Importante salientar que estamos falando somente da visão. Outras questões de saúde relacionadas às telas e tecnologias podem sim existir em qualquer idade, mas isso é assunto para outro texto e outros especialistas. 

Além de todas as recomendações citadas neste texto, saiba que consultar um oftalmologista rotineiramente é essencial para sua saúde ocular e qualidade de vida.

Conselhos para ter um cinema em casa 0 318

Conselhos para ter um cinema em casa 8

Quer transformar sua sala em uma cinema em casa para que você tenha todo o conforto e qualidade na hora de maratonar suas séries favoritas na Netflix ou na Amazon Prime? Certos requisitos como a luz do ambiente e a qualidade de som e o tamanho do sofá são tão ou mais importantes do que um equipamento de qualidade. Separamos algumas das dicas valiosas na hora de começar a planejar seu próprio cinema em casa.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Encontre uma área adequada para sua sala de cinema

Se possível, tenha um cômodo exclusivo para isso. Quando o home theater compartilha espaço com outras atividades, a experiência é diminuída. Por exemplo: um espaço aberto compartilhado com a cozinha fará com que o som escape e com que os cheiros da cozinha invadam a sessão. Quando o cinema é a sala de estar, as crianças podem passar correndo e a luz é difícil de controlar.

Controle a luz ambiente

Luz ambiente significa luz proveniente de fontes externas à TV, como de outras salas ou através das janelas. Ao contrário da maioria das reformas domésticas, onde sempre tentamos adicionar mais luz natural, as salas de TV são espaços onde você deseja limitar a luz ambiente, seja a luz natural externa ou a luz de outras salas. O vazamento da luz mata as imagens de projeção de vídeo e torna a visualização menos agradável. Escolha um espaço com pouca luz ou invista em cortinas blackout.

Controle o som ambiente

Som ambiente é o som indesejado que vem do ambiente alheio à TV. Mesmo que você consiga encontrar um espaço especial para o seu home theater, os sons de fora desse espaço geralmente atrapalham a experiência. Lava-louças, crianças em outras salas, ruídos de cozinha, ruídos de encanamento e os sons da rua são apenas alguns exemplos de sons ambiente que podem interferir. Portas sólidas e cortinas pesadas ajudam insonorização.

Providencie assentos adequados

Ninguém em sua sala de TV deve ter a visão da tela bloqueada, nem estar muito perto ou muito longe. A distância da tela é determinada pelo tamanho da sala em conjunto com o tamanho da imagem que você deseja exibir. Espaços reduzidos (como um dormitório, exemplo) podem acomodar uma TV de 40 polegadas confortavelmente para que todos estejam em uma distância cômoda da tela.

Verifique os ângulos

Algumas HDTVs podem ser vistas de ângulos relativamente extremos (para a esquerda, direita ou mesmo de cima e de baixo), enquanto outras requerem uma posição mais central. Antes de sair furando a parede ou comprar móveis novos, coloque a TV aproximadamente onde ela ficará, ligue-a e verifique se as opções de assentos da sala são válidas. 

Mate dois coelhos com uma cajadada só

Esses problema pode ser resolvido ao se optar por uma HDTV de tela curva. A curvatura sutil nesses monitores aumenta o ângulo total de visão em ambos os lados da TV, além de limitar o brilho total. Priorizar esse recurso pode ajudar na hora de configurar seu cinema caseiro.

Most Popular Topics

Editor Picks