O ano de 2018, foi marcado por muitas polêmicas. Dentre elas a de Jair Messias Bolsonaro, o presidente eleito pelo povo, com mais de 55,13% dos votos. 

Ataques

Jair Bolsonaro, Capitão reformado do Exército e ex-deputado federal do Rio de Janeiro, foi duramente atacado por toda a mídia, e pelos candidatos concorrentes ao cargo de Presidente do Brasil durante todo o período eleitoral. 

A intolerância com o seu plano de governo em eliminar a corrupção, a violência e os interesses políticos, não agradaram nada a esquerda no Brasil.

No dia 6 de setembro deste ano, Jair Bolsonaro foi golpeado com uma faca, por um homem que se misturou à multidão, enquanto o candidato fazia campanha na cidade de Juiz de Fora – MG.

Entre a vida e a morte, milhares de brasileiros acompanhavam aflitos, o estado de saúde do único homem que inspirou a esperança de um futuro melhor, para o Brasil.

A intolerância

Anos governando o Brasil, e a esquerda nunca se preocupou com a condição de vida dos cidadãos. Razão pela qual a criminalidade cresceu demasiadamente, tanto nas capitais, como nas cidades do interior.

Por controlar as grandes mídias e os principais veículos de comunicação, os brasileiros estavam aprisionados pela corrupção, dinheiro sendo extraviado o tempo todo, pessoas morrendo nas filas de hospitais e nas ruas por falta de segurança.

Durante toda a sua carreira política, Bolsonaro foi acusado de ser racista, homofóbico, machista, fascista e entre outros adjetivos negativos. Mas, ninguém fez questão de ressaltar os seus melhores adjetivos: 

– Da sinceridade, honestidade, como defensor da família, dos verdadeiros direitos humanos, da segurança pública e da educação.

A responsabilidade do novo presidente, está muito além de suas competências normais do cargo. A expectativa, esperança e confiança nele inspiradas, é um fardo enorme.

As propostas de governo do presidente Jair Bolsonaro, são:

– Aulas de Educação Moral, Cívica e Organização Social e Política do Brasil, deverão fazer parte da grade curricular de todas as escolas brasileiras.

– Excludente de ilicitude para policiais que, estando em combate com bandidos, vierem a matá-los. Ou seja, tais autoridades de segurança serão condecorados, e não processados.

– Fusão e extinção de ministérios, de 27 para 15. O que é uma medida relativamente simples de ser resolvida, basta apenas ser enviada a solicitação ao Ministério Público, e aguardar a aprovação, que demandará rapidez.

– Imposto de Renda com uma alíquota única de 20%, sem aumento progressivo, como hoje se tem. A alíquota em vigor, é de 7,5% a 27,5%. Ou seja, os ricos pagam mais, do que os que possuem menos recursos.

– Privatizar as estatais do Brasil, para que sejam de total controle do país.

– Revogar o Estatuto da Criança e do Adolescente, incluindo cláusulas protecionistas a essa classe de cidadãos.

– Redução da maioridade penal, para 16 anos. 

Apesar de polêmicas, as propostas de governo de Bolsonaro agradam a maioria dos cidadãos, e promovem o crescimento da economia no Brasil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here